quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Resenha Nacional: Senhorita Aurora - Babi A. Sette

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016


     Olá meus queridos leitores, hoje trago resenha de um livro muito aclamado nos últimos tempos, um livro que assim que terminei de fazer a leitura fiquei com uma vontade enorme de conversar com alguém sobre ele. Sei que estou devendo essa resenha há um bom tempo e por isso estou aqui para me redimir.

Resenha

    Senhorita Aurora é um romance do gênero New Adult publicado esse ano de forma independente na Amazon pela escritora nacional Babi A. Sette, sabe-se que sairá o livro impresso em breve, pois seus direitos já foram comprados por uma editora, por tanto o ebook deixará de ser vendido na Amazon,  caso tenha ficado interessado em ler a obra, aguarde que em breve será relançada.
     O livro foi um sucesso de vendas logo nos primeiros dias de lançamento, devido ao grande publico que a autora conquistou com seus romances de época "A promessa da Rosa", "O despertar do lírio" e o romance contemporâneo "Entre o amor e o silêncio". Porém senhorita Aurora não possui as mesmas características que esses outros livro citados, por pertencer a um gênero  e um tipo diferente voltado para o público New Adult.
      Nesse livro nos vamos conhecer a Nicole que é brasileira e mora na cidade do Rio de Janeiro, teve uma infância humilde, na qual sua mãe teve que trabalhar muito para conseguir dar uma boa educação á filha e garantir seu futuro como bailarina. O pai de Nicole era um homem de boa situação financeira, porém não mantinha um relacionamento constante com a filha.
    Nicole é uma excelente bailaria e teve a oportunidade de participar de um concurso que selecionava os melhores dos melhores para maior academia de balé de Londres, devido ao seu talento Nicole acabou sendo selecionada entre centenas de bailarinos.
       Com apenas dezenove anos a jovem parte para Londres rumo aos seus sonhos, uma viagem cheia de desafios em um país desconhecido e longe da sua família, um dos seus primeiros desafios ao longo da viagem já começou dentro do avião, onde conheceu o homem mais insuportavelmente arrogante e de aparência truculenta de motoqueiro Rock Star.
      Podemos definir o relacionamento entre Nicole e Daniel como antipatia a primeira vista, devido ao mal humor do protagonista e seu ar de superioridade. Porém algum tempo depois Nicole tem um a noticia muito pior o dito cujo não era um motoqueiro ou um Rock star como ela havia imaginado, mas sim um renomadissímo maestro, o que por sinal não condizia em nada com sua aparência. Além disso ele comandaria toda a peça na qual ela foi escalada como bailaria principal.
     Daniel faz da vida de Nicole um verdadeiro inferno, com suas ordens, xingamentos, mostrando a todos sua personalidade intragável. Mas aos poucos com a convivência Nicole percebe que toda essa arrogância na realidade era uma atitude de autodefesa para os problemas que ele estava enfrentando.
   É inevitável o surgimento de uma paixão entre os dois, mas tambem são vários os desafios que precisão ser vencidos para que ambos possam ficar juntos e em fim ter o seu felizes para sempre.


Minha opinião   

     Eu sou super fã da escrita da Babi como romancista de época, acho que ela tem uma escrita impecável e histórias envolventes. Antes mesmo de lançar esse livro "Senhorita Aurora"  já estava em todas as paginas do Facebook e quando foi lançado então estourou, todos só falavam nele.
     Todas as resenhas que li e assisti falando maravilhas, então podem imaginar que estava super empolgada para ler, mas estava em período de entrega de TCC na faculdade e não estava lendo nada, e dado ao meu histórico com o outro livro da autora “A promessa da rosa” que eu passei a madrugada toda lendo sem conseguir parar, eu resolvi esperar a poeira abaixar na faculdade.
       Mas se tem uma coisa que sempre acontece comigo é que eu não posso colocar muita expectativa nas coisas, pois acabo me frustrando, dito e feito. Não que eu não tenha gostado do livro, eu amei, mas algumas coisas me irritaram muito e a Nicole foi uma delas.
      Eu passei 60% do livro odiando as atitudes bobas e infantis dela, primeiro por ela ser muito lesada e bobinha, mas não uma bobinha por ser inocente e tudo o mais, mas boba mesmo e infantil. Gente ela chorava por tudo, não tinha um capitulo que ela não chorava, o Daniel espezinhava ela e ela só chorava feito boba e ficava correndo atrás dele, quando eles faziam as pazes e ela chorava de novo, repetidas vezes kkkk.
      Eu achei que seria o contrário que o Dani fosse me irritar pelo mal humor dele, mas como eu já tinha começado o livro sabendo dos motivos dele eu meio que entendia suas atitudes.  Quando estava em um pouco mais da metade do livro a Nicole melhorou bastante e eu estava super feliz com a mudança, mas acontece algo que faz ela perder todos os pontos que tinha adquirido comigo e eu quis esgana-la por suas atitudes.
     Mas chega de falar o que não gostei e vamos ao que gostei, amei a escrita da Babi, que foi totalmente diferente dos outros livros, mas muito boa e mais simples por se tratar de primeira pessoa. Apesar de achar que ela dava umas travadas na hora de mudar de cenas e alguns clichês me irritaram um pouco. Não sei porque mais lendo Senhorita Aurora eu me lembrei muito de 50 tons de cinza, não a parte sexual, mas a parte da mocinha bobona e do mocinho todo poderoso.
     Mas a mocinha e alguns clichês foi a única coisa que não gostei no livro, o resto estava impecável, adorei a parte do Forró, até pensei “que bom que não foi Funk ou Samba” kkkk que é como o Brasil é visto lá fora. Gostei da parte deles aqui no Brasil, dessa musicalidade do livro e também o fato da Nicole amar romances de época. E também a temática que cerca o livro, que eu não posso revelar, pois seriam spoiler.
     Acabei dando nota Nove e 5 estrelinhas no Skoob, como disse antes amei a escrita da autora e as temáticas abordadas. Mas se é preciso escolher eu ainda prefiro os romances de época dela, nesses sim ela destrói nossos corações.
     Gosto bastante dessa interação que ela esta tendo com os fãs, acho que nenhum autor nacional que eu conheça fez algo parecido, de permitir que os fãs participem do livro, escolhendo as musicas e dado os devidos créditos a cada um. Os desafios, as brincadeiras e as Lives que ela propõe acabam aproximando ainda mais os leitores e atraindo outros novos.

Confiram os 5 motivos para ler Senhorita Aurora.
- A musicalidade : O livro tem muitas referencias musicais, como uma verdadeira play lists, gosto bastante de saber que a autora deu oportunidade para os fãs participarem do livro escolhendo as musicas.
- Tem uma narrativa fluida, voltada para o público New Adult.
- Temas importantes são abordados com muita delicadeza e sensibilidade.
-Um mocinho um pouco ogro por fora, mas por dentro tem um coração cheio de amor.
- Uma mocinha de pode irritar um pouco, mas muito guerreira.
- Sensualidade na medida certa e de muito bom gosto.

Gostou da Resenha? Não se esqueça de deixar um comentário sobre o post ou alguma sugestão.

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Resenha Nacional: Me Ajude a Chorar - Carpinejar

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Em  uma obra melancólica e ao mesmo tempo doce, Fabrício Carpinejar sai do óbvio e explora o amor e a dor de forma única e inigualável.
Me Ajude a Chorar, um livro de crônicas publicado pela Editora Bertrand Brasil, escrito pelo espetacular Fabrício Carpinejar, traz dor, amor, sofrimento e muita, mas muita emoção.
Dentre os vários textos sem um tema central, Fabrício une seu talento único para escrita à sua ironia singular. Com uma fórmula dessas, impossível não dar certo!

“Beijar os olhos é ter medo de perder quem a gente quer, é ter medo da viuvez, da solidão, do abandono, de nunca mais ser feliz. Ninguém beija os olhos à toa, por distração. Beijar os olhos é uma demonstração de apego, de urgência, o equivalente a uma serenata na janela.”


Minha opinião sobre o livro

Sou apaixonada pelo Fabrício Carpinejar! Desde o dia em que eu assisti a uma entrevista dele no Programa do Jô, há séculos! rs Na época eu não era uma grande leitora. Ele havia, há pouco, lançado Canalha!, uma de suas grandes perfeições, e eu precisava daquele livro, precisava das obras daquele grande autor.
Em Me Ajude a Chorar, a emoção começa logo pela capa, que foi incrivelmente bem elaborada e transparece toda perfeição que encontraremos também no interior deste livro.

"Não desisto de minha alegria porque alguém não entendeu antes. Não desisto de minha ingenuidade porque alguém não me cuidou antes. Não desisto de minha coragem porque alguém se acovardou antes. Não desisto de mim porque já sofri antes. Amar é continuar sendo até acertar a companhia."

Achei de uma sagacidade fora do comum a forma como o Fabrício conseguiu desenvolver cada tema, cada história. Textos que falam da infância, da adolescência e tudo de uma maneira tão tocante que é inevitável que as lágrimas surjam nos olhos do leitor no decorrer das belas letras desse gênio.
É um livro pequeno, os textos também são pequenos e de fácil entendimento. Tranquilamente se lê em um dia, o que eu não recomendo, porque uma obra linda dessas merece ser apreciada com calma e serenidade, para que se possa extrair o máximo da emoção presente em cada um dos textos.

“Não há perda que seja total. Alguém pode me machucar terrivelmente, mas não me leva. Posso permanecer sequelado, mas sei cavar a terra por dentro da terra. Penso nos filhos, penso nos amigos, penso na literatura e sigo adiante. Cambalear ainda é caminhar. A chuva lava minha ferida e o vento seca.”

Enfim, é um livro de cabeceira, daqueles que a gente sempre volta para reler alguns trechos. É perfeição. É emoção pura. Leiam, por favor!

Enfim, é um livro de cabeceira, daqueles que a gente sempre volta para reler alguns trechos. É perfeição. É emoção pura. Leiam, por favor!


Cinco motivos par a ler Me Ajude a Chorar

1 – Literatura nacional da mais alta qualidade.
2 – Emoção desde a primeira à última linha.
3 – Textos mais que reais.
4 – Ironia única desse gênio chamado Carpinejar.
5 – Leitura fácil e muito agradável.


Visite o blog Livros e Afetos: Aqui
Não se esqueça de deixar um comentário dizendo o que achou dessa postagem, muitos abraços e beijos e até a próxima.

domingo, 4 de dezembro de 2016

Resenha Dupla em Vídeo: Senhorita Aurora e Namorado de Aluguel

domingo, 4 de dezembro de 2016

Olá pessoal, hoje é dia de resenha lá no canal, eu vim falar de dois livrinhos Jovens e fofo os quais recomendo muito que leia.

Comprando livros nesses links você ajuda o canal, pois uma pequena porcentagem das suas comprar a loja envia para o canal e você não gasta nada mais com isso.

→ Amazon - http://amzn.to/2efZWsF
→ Submarino -http://compre.vc/s/11150c07
→ Americanas - http://compre.vc/s/aad138e8
→ Livraria Saraiva - http://compre.vc/s/1eee3768
→ Livraria Cultura - http://compre.vc/s/beff7f57
→ Livraria da Folha - http://compre.vc/s/c489f2eb
Minhas redes sociais
BLOG:http://leiturasdamary.blogspot.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/leiturasdamary
Twitter: https://twitter.com/marycspblog
Instagran: https://instagram.com/marycspblog/

Gostou da Resenha? Não se esqueça de deixar um comentário sobre o post ou alguma sugestão.

Resenha Nacional: A página Certa - Laplace Cavalcanti

Resenha:
Cláudia é um total fracasso quando o assunto é amor. E, com fracasso, quero dizer que ela nunca sequer teve um amor  ou alguém que, no mínimo, fizesse as batidas de seu coração acelerarem. O problema em sua falta de relações amorosas? Ela é uma escrita de romances e, sem vivenciar um, é quase impossível de suas histórias venderem. Afinal, quem é que compraria estórias de amor de alguém que sequer vivera uma?
Sua editora se perguntava a mesma coisa, e foi exatamente essa indagação que causou sua demissão.
Desempregada, com dezenas de livros parados e sem nenhum indicio sobre como recomeçar sua carreira, Cláudia está desesperada para encontrar uma nova editora que estivesse disposta a publicar seus romances ou, no mínimo, um emprego que possibilite pagar todas as contas que parecem não ter fim. Ela só não esperava que fosse conseguir juntamente com um emprego, uma bagagem imensamente grade de problemas.
Renato, se visto de longe, aparenta ser um empresario de sucesso e comprometido com seu trabalho. E isto é uma meio verdade, afinal, ele é um empresário e dirige a custo a empresa deixada por seu avô. Mas afirmar que o mesmo é comprometido com seu trabalho é dar um tipo no próprio pé - e Marcos, seu motorista/melhor amigo/salvador da pátria, que o diga. Todo e qualquer assunto que contenha a palavra compromisso é capaz de causar um derrame em Renato. Compromisso significa namoro e namoro, consequentemente, resultará em casamento, o que gerará gastos e que, provavelmente, seriam custeados pelo empresário. Sendo assim, a perspectiva de ser um solteirão lhe parecia extremamente agradável. Mas há algo que Renato odeia mais ainda do que gastar seu precioso dinheiro: perder uma aposta - ainda mais se a mesma puder lhe trazer ainda mais dinheiro. E é exatamente neste ponto em que sua vida se cruza com a de Cláudia.
Duas pessoas completamente diferentes: uma movida pelo amor, e outra, pelo dinheiro. Teria alguma probabilidade disto dar certo? 


Minha opinião:
Sempre que estamos envolvidos com uma história, ficamos imaginando um possível final e, é claro, torcemos para que ele se realize da maneira que pensamos. E foi exatamente assim durante toda a leitura; conheci os personagens, suas manias e loucuras e, antes mesmo de chegar a metade do livro, já estava contando que a história acabaria de tal maneira. Entretanto, fui total e completamente surpreendida pelo autor e, por incrível que pareça, ficou melhor do que eu jamais poderia imaginar.
Renato é o tipo de personagem que nos faz ter vontade de entrar no livro e dar-lhe umas boas bofetas - se bem que Beatriz já cumpre este papel por nós. Além de possuir o ego do tamanho do everest, ele é incrivelmente mesquinho. 
Cláudia é minha personagem favorita, e não apenas por ela acreditar no amor e ser fiel a ela mesma, mesmo que isso a faça perder contratos profissionais. Além de ser uma romântica incurável, ela é incrivelmente talentosa - mesmo que este aspecto não seja tão trabalhado no livro-  e sonhadora. Apesar de um pouco indecisa quando se trata de sua vida pessoal, ela é bem decidida em seu âmbito profissional, e sabe o que quer.
Uma das características que mais me apaixonaram no livro, foi o fato de o autor explorar bem os personagens secundários, sem os deixar em segundo plano. Marcos, Beatriz e Fabiana fizeram total diferença no decorrer da história.
A unica critica que tenho a fazer é em relação a construção dos personagens. Apesar de me sentir familiarizada com Renato e Cláudia, o autor não nos dá detalhes sobre suas vidas e sobre o passado dos mesmos o que, com toda a certeza, traria maior empatia em relação aos mesmos.
Usando a dose certa de humor, e transformando o que era para ser algo clichê em algo sensacional, Laplace conseguiu conquistar meu coração - e espero, do fundo do mesmo, que consiga conquistar o seu!


5 Motivos para ler:

- A escrita do autor é simplesmente maravilhosa.
- O livro nos mostra em partes a realidade de um autor nacional e sua luta para se manter no meio literário.
- Os personagens são uns amores! Não nenhuma vilã(o) para odiar, o que nos deixa com ainda mais vontade de reler o livro Haha.
- Apesar de se parecer com aquelas histórias clichês onde tudo caminha na direção em que pensamos, o final é simplesmente inovador.
- O autor conseguiu colocar em poucas páginas, uma história divertida, romântica e um pouco dramática ao mesmo tempo o que, no meu ponto de vista, o torna um gênio.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Sorteio de 21 livros para 2 ganhadores em parceria como blog Pipoca radioativa

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016
 
     O ano de 2016 passou tão rápido que quase nem percebemos e como todo final de ano é motivo para celebração do novo ano que vem aí, o Pipoca Radioativa se uniu com diversos sites amigos e a Editora DarkSide Books para premiar dois sortudos com 22 livros diferentes, além de marcadores diversos. E pra participar é muito simples, confira os livros selecionados para a premiação e o regulamento!

Livros:
Editora Darkside Books - De Volta Para o Futuro: Nos Bastidores da Trilogia (Caseen Gaines)
Pipoca Radioativa - Laranja Mecânica (Anthony Burgess)
Livros Encantos - Melhor que Chocolate (Laura Florand) + Marcadores
Blog Vanessa Sueroz - Vinte Garotos no Verão (Sarah Ockler)
Lendo & Apreciando - As Moedas do Reino (Hellen Silva) *Livro Autografado*
Lost Girly Girl -  O Melhor de Mim (Nicholas Sparks)
Every Little Book - Runner: A Perseguição (Patrick Lee) + Marcadores
Interrupted Dreamer - Caminhos Infernais (Larissa Sposito) + Marcadores
Peregrinos da Noite - A Casa dos Macacos (Sara Gruen) + Marcadores
Histórias sem Fim - Lucida (Ron Bass)
Tudo que Motiva - O Pequeno Príncipe (Edição em Inglês)
Livro Lab - As Gêmeas (Saskia Sarginson) + Marcadores
Saleta de Leitura - O Encantador de Flechas (Renan Carvalho)
Leitora Compulsiva - Marcados Para Sempre (Helena Hunting)
Pétalas de Liberdade - O Enigma da Fazenda (Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho)
Livros de Elite - Preciso do seu Amor (Bella Andre)
Tô Pensando em Ler - A Fila (Ana Esterque) + Marcadores
Pensamentos e Opiniões - Meu Erro Predileto (Gisele Tavares) *Livro Autografado* + Marcadores
Minhas Escrituras - Caixa de Pássaros (Josh Malerman) + Marcadores
Resenhando Sonhos - The Originals: A Perda (Julia Plec)
Leituras da Mary - Man Repeller (Leandra Medine) + Marcadores
Regulamento:
  • O primeiro sorteado terá o direito de escolher 12 livros dos disponibilizados e o segundo ganhador ficará com os outros 09 restantes.
  • A promoção se inicia no dia 02/12 encerrando no dia 02/01. Os sorteios ocorrerão no dia 03/01.
  • Os ganhadores terão até 72 horas para retornar o contato do Pipoca Radioativa que irá solicitar dados de envio. Caso não haja resposta dentro do período, será feito um novo sorteio.
  • É necessário que os ganhadores tenham um endereço de entrega em território brasileiro.
  • Cada blog/site/editora é responsável pelo envio do seu respectivo prêmio, ou seja, os prêmios chegarão individualmente e em prazos diferentes.
  • Não nos responsabilizamos por problemas com a entrega do prêmio de nenhum dos blogs/sites e editoras participantes.
  • O prazo de envio dos prêmios será de até 30 dias após a confirmação do endereço dos ganhadores.
  • O resultado será divulgado nesse mesmo post em até 5 dias após o término das inscrições.
  • Cada participante precisa cumprir as regras obrigatórias do formulário (curtir as páginas do Facebook). Cumprir alternativas extras do formulário fica a critério do participante, mas são mais chances de ganhar.
  • Não serão aceitos perfis fakes em qualquer uma das redes sociais participantes, podendo haver desclassificação do participante que o fizer.
Boa Sorte a todos!
Inscreva-se Aqui abaixo

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Resenha: Fiquei com seu numero – Sophie Kinsella

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016


Olá pessoal já tem um tempinho que eu não trago um chick lit aqui né? Então venha conferir pois a resenha de hoje é de um livro da rainha do gênero a Sophie Kinsella.
Resenha
Fiquei com seu numero é um romance do gênero Chick Lit publicado em 2012, a minha edição é a 5° publicada pela editora Record. Nesse livro vamos conhecer a Poppy Wyatt uma fisioterapeuta que esta prestes a se casar, porém acaba perdendo seu anel de noivado no Hotel durante uma confusão.
Mas não é qualquer anel de noivado, era uma joia de Esmeralda caríssimo que esta na família de Magnus, o noivo, há várias gerações. Como se não bastasse todo o transtorno envolvendo o sumiço do anel, ela acaba tendo o seu celular roubado.
A situação era desesperadora para Poppy, como o pessoal do hotel ou suas amigas iriam avisa-la caso encontrassem a joia? Depois de se estressar e estressar todos os funcionários do hotel ela acaba parando para reorganizar seus pensamentos e avista na lixeira do hotel um celular junto com um crachá de empresa. Ela pegou o celular e viu que estava funcionando e acabou tomando-o para si.

Afinal achado não é roubado, pensou ela. Partindo desse pressuposto passou o numero do celular para todos os funcionários do hotel e suas amigas para entrarem em contato caso soubesse o paradeiro da joia.

Como toda boa mocinha de Chick Lit ela é muito curiosa e com certeza acaba mexendo no celular e descobrindo que ele pertencia á secretária de um tal Sam Roxton, também acaba recebendo algumas ligações e mensagens estranhas, mas nem dá muita importância.
Uma dessas ligações foi a do suposto dono do celular, O Sam Roxton, que exigiu que ela entregasse o aparelho ou iria chamar a policia, novamente ela reforçou a ideia de que achado não é roubado e que iria permanecer com o celular porque era importante para ela naquele momento, explicou toda sua situação para o desconhecido que acaba concordando e impondo alguns termos.
Poppy se comprometeu de anotar todos os recados e enviar todas as mensagens que recebesse, como uma boa secretária, por um tempo ela se contenta em apenas repassar as mensagens, mas seu instinto de mocinha de chik lit fala mais alto e ela começa não somente a ler mas também interferir nas correspondências, como já era de se esperar ela acaba causando muitas confusões.
Incomodada com o jeito rude e seco que Sam tratava os funcionários e até mesmo familiares ela resolve mandar mensagens para todos como se fosse o Sam, e claro acaba dando merda e fazendo a vida do Sam virar de pernas para o ar.  Além de tudo isso Poppy tem o dilema de como contar para o noivo que perdeu o anel, ao invés de revelar a verdade acaba contando um monte de mentiras e transformando sua situação em uma verdadeira bola de neve.
Minha opinião
Como não amar Sophie Kinsella, como não se apegar aos personagens? Mesmo quando elas cometem uma burrada atrás da outra, que em vários momentos nos mata de vergonha alheia e em outros desperta uma vontade de lhes dar uns bons tapas na cara para elas acordar para a realidade.
Eu gostei muito desse livro, não tanto quanto eu esperava, mas gostei, houve alguns pontos que me incomodaram um pouquinho principalmente com relação a personalidade da personagem, pelo fato dela ser ingênua e não perceber as coisas que estão á sua frente, aceitar coisas e situações apenas pelo medo de ser rejeitada  ou de acharem que é burra, mas sabemos que isso acontece muito na vida real e somos tapadas em vários momentos.
Dei boas gargalhadas ao longo da narrativa e só por isso o livro já valeu a pena e cumpriu  seu papel, amei também o romance entre ela e o Sam que surgiu de forma muito sutil, mas gostaria de que fosse mais desenvolvido ao longo da narrativa, porém o foco foi a vida da personagem Poppy, seu dia a dia e suas trapalhadas.
Nota Nove e 5 estrelinhas no skoob.


5 motivos para ler Fiquei com seu Número:
- É muito divertido.
- Tem uma escrita flúida  e envolvente.
-Tem uma mocinha toda atrapalhada e um cara todo certinho, porém um pouco frio.
- Os personagens possuem características reais, pois são cheios de defeitos e qualidades.
    Já leu esse livro? Pretende ler? Deixe nos comentários aqui abaixo e tambem diga o que achou da resenha.


quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Romances de banca contemporâneos

quarta-feira, 30 de novembro de 2016
Olá pessoal, tudo bem?
Venha conferir a ULTIMA parte dos videos onde mostro os meus romances de Banca contemporâneos.
No site da Editora Harlequin você pode encontrar alguns desses livros, ou também em sebos virtuais, vou deixar o link de dois que eu sempre compro e recomendo.
Site Harlequin: https://loja.harlequinbooks.com.br/

Não se esqueça de seguir o canal e comentar o que achou do vídeo.
Leituras da Mary © 2014