Resenha: O amor de um Duque - Lorraine Heath (Sins for all #2)


Autora: Lorraine Heath
Páginas: 304
Ano: 2019
Editora: Harlequin
Gênero: Romance de época
Nota: 5 + ❤
Sinopse
Gillie Trewlove sabe o valor da bondade de desconhecidos, já que foi abandonada ainda bebê na porta da mulher que a criou. Quando se depara com um homem sendo agredido em sua própria porta ― ou melhor, no beco próximo da sua taverna ―, ela não hesita em ajudá-lo. Porém, o homem é tão bonito que não pode pertencer a um lugar como Whitechapel, muito menos à cama de Gillie, na qual ele precisa ficar para se recuperar. O duque de Thornley está tendo um péssimo dia. Ser abandonado no altar é humilhante, ser salvo de bandidos por uma mulher ― ainda que uma mulher linda e corajosa ― é mais ainda. Após ajudá-lo a se recuperar, Gillie concorda em acompanhá-lo pelas ruas sombrias de Londres em busca da noiva. No entanto, cada momento juntos os leva ao limite do desejo, e faz o duque repensar sua escolha a respeito do casamento. Gillie sabe que a aristocracia nunca iria aceitar uma duquesa como ela, mas Thorne está disposto a provar que nenhum obstáculo é insuperável diante do amor de um duque.


Existem os livros bons, os muito bons, os ótimos e os PERFEITOS, para mim esse livro foi perfeito, todo do jeitinho que eu gosto. Não tem uma trama grandiosa cheia de plots, nem nada do tipo, segue mais a linha do romance leve, fofo e cotidiano em que o casal tem uma sintonia louca como se fossem almas gêmeas ( nada forçado tudo muito natural),  senti a mesma sintonia entre o casal de Texas Destiny da Lorraine também.

 É um livro simples, mas tão lindo que chega arrepia, feito sob medida para o meu gosto pessoal de romances. Sério, eu amei muito, pode ser que você tenha a mesma sensação ou tenha uma experiência de leitura diferente, mas leia, se ainda não leu.

Quem leu o primeiro livro da série “Sins for all”, Desejo e escândalo, sabe que a Gillie é uma mulher dona de taverna, algo super incomum, mas tinha muito orgulho de tudo o que conquistou e é uma mulher muito forte em todos os sentidos da palavra. Levava consigo o estigma de ser uma bastarda e ter sido abandonada à porta de Ettie Trewlove, que a criou como filha, ou melhor.

Na adolescência ela se vestia de garoto para não ser notada, a final era uma bastarda e ainda vivia em um bairro perigoso, já adulta ela se acostumou a se camuflar, já não precisava se vestir de garoto, mas era confortável ter poupas pouco volumosas e práticas, ter os cabelos curtos e uma aparência que não chamasse a atenção.

Thorne é um Duque, lindo e rico, e no entanto foi abandonado no altar. Ao procurar sua noiva  que supostamente havia fugido para o lado mais pobre de Londres, ele acaba sendo assaltado, esfaqueado e quase morto.  Estava tendo um dia desgraçado quando conheceu Gillie Trewlove, mas certamente não iria sobreviver se ela não tivesse o socorrido enquanto esvaia-se em sangue.

Eu me apaixonei pela Gillie logo de cara, a sua força, seus ideais e sua forma de viver. O mesmo acontece com Thorne, que vai se recuperar do assalto na casa dela, não demora para que ele se encante por ela, apesar de sua aparência tão pouco característica de uma dama, mas ele a acha linda do jeito que é, e se encanta com a presença de espírito dessa mulher.  Ela também não é imune ao estranho bonitão e elegante, ainda mais quando ele a compreende como ninguém.

Ela acaba tomando para si a incumbência de ajudar Thorne a procurar por sua noiva fugitiva, que supostamente estava ali no bairro onde ela vivia, ele queria descobrir o motivo pelo qual foi deixado no altar e só restava ela ajudar. É claro que com a proximidade quase diária ambos vão se conhecer melhor e apreciar as qualidades um do outro.

A conexão entre os dois é algo transcedental, eles são perfeitos um para o outro e ao mesmo tempo não são  (imagine para época um Duque com uma taverneira, inconcebível), mas ainda sim o amor, a admiração e o desejo florescem .... E nós, leitoras ficamos segurando o coração com medo do que pode acontecer, se eles vão ficar juntos, apesar das diferenças sociais.

Só posso dizer que Thorne é um perfeito cavalheiro no verdadeiro sentido da palavra, é gentil, elegante, sensível e a melhor pessoa para Gillie. Sério, esse homem é tudo de bom, lindo tão incrível que eu queria que fosse de verdade.

Esse romance se sustenta com essa trama simples, girando em torno do dia a dia do casal, e os momentos em que passam juntos, não precisa de nenhuma reviravolta, não precisa de cenas e mais cenas de sexo, embora tenha sim uma sensualidade maravilhosa e bem contextualizada  acontecendo o tempo todo.

Quero ler todos os outros livros da série, não vejo a hora da editora lançar os outros, até estou com os dois próximos em inglês, para o caso de a publicação em português demorar a sair.

Adquira seus livros na Amazon (clique nas imagens) 👇


Pin It
0

Está em Pré-venda: O desafio do amor verdadeiro - Laura Lee Guhrke


Para tudo que esse lançamento vai ser tiro porrada e bomba.
Já venho desejando os livros seguintes da série Dear Lady Truelove, porque amei o primeiro volume "A verdade sobre amores e Duques", e fiquei muito curiosa com os personagens secundários que aparecem na trama. 
Agora nós vamos ler a história da irmã da Irenne, a Clara, que também assume o posto da irmã como Lady Truelove.
"O desafio do amor verdadeiro" está sendo bastante elogiado na gringa e a premissa é realmente instigante. Confira 👇

SINOPSE
Para Clara Deverill, ser a verdadeira Lady Truelove significa dar conselhos sobre problemas que ela mesma nunca superou. Só lhe resta refugiar-se em uma casa de chá e esperar que a inspiração chegue entre um bolinho e outro. Isso não acontece até ela escutar um canalha falando eloquentemente sobre a honorável arte de terminar com uma dama. O cafajeste pode se parecer com um Adônis, mas ele está prestes a conhecer o outro lado de Lady Truelove. Rex Galbraith é um herdeiro sem planos de se acomodar com uma donzela. Ele flerta com inúmeras jovens para animar sua tia casamenteira, mas Clara é a primeira a conquistar seu olhar namoradeiro. Ao descobrir que ela ― como Lady Truelove ― usou seu conselho como material para o jornal, Galbraith fica furioso. Mas quando é forçado a fazer um acordo secreto com ela, Rex percebe que tem um problema muito maior ― porque Clara está contrariando tudo o que ele achava saber sobre as mulheres e sobre si mesmo...

Quanto a capa; achei bonita, simples um pouco sóbria, mas acho que combina com o padrão do primeiro livro, é claro que eu prefiro as capas originais, porque sim, sou fã das capas mais apelativas e coloridas.

Adquira os livros da série na Amazon (clique nas imagens)👇


Pin It
0

Harlequin anunciou o (re) lançamento de romances de banca em e-book

A imagem pode conter: 2 pessoas, textoA imagem pode conter: 2 pessoas, texto

Nesses últimos  dias a editora Harlequin (uma das minhas favoritas), anunciou o (re) lançamento de títulos de romances de época que já foram publicados e comercializados no formato físico, agora comercializados em E-book na Amazon.
Eu achei o Máximo, é claro. Todo mundo sabe que sou fã incondicional desses livrinhos e tenho até uma coleção deles.
Tem autoras maravilhosas de volta ao catálogo, e vocês podem comprar a qualquer momento para o seu kindle ou App: Diana Palmer, Linda Howard, Sharon Kendrick e outras que eu ainda não conheço, mas quero conhecer.
O mais legal é que agora as leitoras desses romances vão poder ter acesso a esses livrinhos e as pessoas que ainda não conhecem vão poder conhecer. Outro ponto maravilhoso é o preço, custam em torno de R$ 9,90 e 12,90, mas é bom ficar de olho que sempre tem promoções.
Recentemente também fiz um post de romances da editora que estão disponíveis no Kindle Unlimited, que foi uma novidade maravilhosa, confira: 


Veja e adquira os novos livrinhos é só clicar nas imagens para ser direcionado para a Amazon


Pin It
0