Resenha: A promessa da Rosa Babi A. Sette

05:53

           
    Oi gente, hoje é dia de mais uma resenha para o desafio Romances Históricos e eu, dessa vez trago não apenas um romance histórico, mas sim um romance histórico escrito por uma autora nacional, acho simplesmente maravilhoso que nossas autoras estejam abrindo espaço para esses livros.
    Tem um tempinho que eu vejo o pessoal do facebook falando desse livro, dizem que é ótimo e tudo mais, mas eu não tinha dado tanta importância, até que eu assisti um vídeo da Paola Aleksandra do blog Livros e Fuxicos e ela falava com tanta emoção sobre esse livro, como todos os livros que li de indicação dela eu amei então resolvi dar uma chance a ele. 
   Nossa que livro intenso, vocês precisam conferir e já vão se preparando que a resenha vai ser longa, vocês já sabem que quando gosto de um livro adoro tagarelar sobre ele.
Resenha
     O romance intitulado A promessa da rosa foi escrito pela autora Brasileira Babi A. Sette, toda a narrativa acontece em Londres, Inglaterra em meados do século XIX. Tendo como protagonista feminina Lady Kathelyn uma jovem de 19 anos de idade que não é como as outras garotas de sua época e posição social.
    Espirituosa e divertida Kethelyn era fascinada pela antiguidade clássica, os artefatos e esculturas gregas, estudava muito sobre tal período, porém não era considerado de bom tom uma jovem Lady ser considerada tão inteligente e espirituosa, vivia se metendo em encrencas e afugentando os melhores pretendentes.
   Até que em um baile, o primeiro que frequentava após um longo período de castigo, tal baile seria sua pré-estreia na sociedade e por se tratar de uma festividade usando mascara ela decidiu que iria “Causar” e foi o que aconteceu, todos os cavalheiros presentes no recinto ficaram impressionados com a beleza da jovem mascarada, mas ela na realidade tinha um objetivo oculto por traz do interesse de comparecer a esse evento.
    O anfitrião tinha uma vasta coleção de objetos raros da antiguidade grega, uma sala repleta de tais preciosidades e Kathelyn queria conhecer tudo, mesmo que isso custasse seu pescoço e sua reputação caso fosse descoberta.
   Dito e feito, ela acaba sendo descoberta por um misterioso homem que ela julgava não ser um Cavalheiro, ou ao menos não tinha a aparência de nenhum dos que conhecia, por coincidência o homem compartilhava sua mesma paixão por objetos antigos.  Nessa noite ela acaba fazendo a maior doideira de sua vida e por pouco sua reputação não vai ao chão assim como seu orgulho.
   Crente de que jamais encontraria o homem ela seguiu seu caminho, para logo depois ficar sabendo que na realidade tal homem  que ela julgou ser um ladrão de obras de arte era o Duque de Belmont, um dos mais ricos pares do reino.
   Quando Athur Beaumont toma conhecimento da identidade da jovem ele ameaça contar ao pai dela o que aconteceu entre eles no jardim, e Kathelyn precisava encontrar uma forma de dissuadi-lo.
   Belmont é um homem rico e viajado, já estava na hora de pensar em construir uma família, pensando nisso ele procura o pai de Kathelyn para pedir seus consentimento, um contrato matrimonial é assinado entre Arthur e o pai da moça, porém Athur exige que ele não conte nada a ela que deixasse ela desfrutar da sua primeira temporada como debutante normalmente,  ele se encarregaria de conquista-la nesse processo.  Dessa forma sem saber de nada Kathelyn estava presa a um contrato de casamento com o  Duque de Belmont e claro que uma mentira dessas não poderia sair nada que presta.
   Leia o livro para descobrir o desfecho surpreendente da história, recomendo a obra para aqueles apaixonados por romances históricos, que gostam de ver o circo pegar fogo e ainda para os que apreciam uma dose generosa de drama.
Minha opinião
   Simplesmente o melhor que li nos últimos tempos. Nossa não tenho palavras para dizer o quanto esse livro me surpreendeu, as opiniões sobre esse livros estavam muito divididas uns amaram outros não gostaram tanto e alguns comentários sobre ele quase me fizeram desistir de ler.
   Comecei a ler determinada a odiar pelo que me disseram o livro tinha quase todos os itens da minha listinha de coisas que abomino em romances Históricos. Mas teve gente que elogiou como as amigas virtuais Patricia Chame e Rubia Giovanella e eu resolvi dar uma chance para ele, gente foi a melhor coisa que fiz.
   Foi um livro que realmente me prendeu do inicio ao fim. A Babi A. Sette escreve maravilhosamente bem, é possível perceber que houve muita pesquisa envolvida. Querendo ou não agente sempre acaba tenho um pouco de preconceito com autores nacionais e ainda mais por escrever histórias ambientadas em outro pais diferente do nosso, mas me surpreendi muito com a escrita dessa mulher, completamente envolvente, completamente convincente...
    História é maravilhosa, um pouco triste sim, um bocado dramática. Me fez sofrer muito, o coração realmente ficou bem apertado em alguns momentos. Senti diversas emoções ao ler, felicidade, raiva, ódio, alegria e muita surpresa.
   Há algum tempo eu venho querendo ler algo assim, uma história que me envolvesse completamente, passei uma madrugada inteira lendo esse livro porque simplesmente não conseguia parar. Chorei muuuuito por diversos motivos ao longo do livro é difícil algo principalmente um livro me fazer chorar. Chorei de raiva por algumas situações que a Mocinha passou e no final não consegui não chorar também.
   A temática da questão feminina dos séculos anteriores foi abordada com tanta realidade e riquezas de detalhe que ouso dizer que me conquistou mais que o romance em si. Por falar em romance que mocinho foi aquele? Dava muita vontade de entrar no livro e estapear ele, mata-lo e depois ressuscitar kkk, eu pensei que ia odiar ele por causa do que me disseram sobre o mesmo, mas como o personagem foi tão bem construído eu só consegui ama- lo. E a mocinha Kethelyn, adorei ela do começo ao fim, que diva, entrou para a lista de mocinhas favoritas.
    Quase nem deu para perceber que a autora gosta de um draminha básico, quando eu achava que estava tudo certo vinha mais bomba. Amei demais gente, mas concordo com a Rubia esse livro não é todos que vão amar , minha nota com certeza é 10.
   Li esse livro para o Desafio Históricos e eu para cumprir o item “Ler um Romance Histórico nacional”
Desafios
– Ler um Romance Histórico com um casal na capa.
 – Ler um Romance Histórico nacional.
 – Ler um Romance Histórico clássico.
 – Ler um Romance Histórico em que o mocinho seja guerreiro.
 – Ler um Romance Histórico com a temática casamento.
 – Ler um Romance Histórico com mais de 500 páginas.
 – Ler um Romance Histórico de banca.
 – Ler um Romance Histórico com a capa masculina.
 – Ler um Romance Histórico ambientado no século 19.
 – Ler um Romance Histórico que você comprou pela capa.
 – Ler um romance histórico que o título comece com a inicial do seu nome.
 – Ler um romance histórico sobrenatural/fantasia.
   Espero que tenham gostado da resenha, o livro foi aprovadíssimo e recomendadíssimo, não se esqueça de deixar um comentário aqui dizendo o que achou do livro se gostou ou não caso já tenha lido, se ainda não tiver lido diga-me se o leria.

VOCÊ PODERÁ GOSTAR DE:

20 comentários

  1. Eu nunca li romance histórico, não é muito meu forte... Mas eu gosto de ver o circo pegar fogo, então quem sabe eu dê uma chance para ler o livro, ainda mais sendo um livro nacional.
    https://nerdbookblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá Mary, que livro bacana...estou ficando cada vez mais interessada por livros com essa temática, embora não curtisse muito romances, esses de época têm despertado meu interesse. Esse eu ainda não conhecia, mas já anotei a dica!

    Beijokas da Quel ¬¬

    ResponderExcluir
  3. Oiii
    Que livro diferente e interessante, eu ainda não tive oportunidade de ler algo assim e sempre me cativa quando vejo resenhas deste gênero.
    Beijão

    ResponderExcluir
  4. Hello!

    Eu tenho o livro A promessa da Rosa e para mim é uma das capas mais lindas!!!
    Amo romance de epoca e claro que eu ja queria ler pra ontem, a escrita da Babi é mto gostosa de ler.
    Eu estou esperando o proximo ja, qdo falou q ia ter mais livros, fiquei mto feliz pelo reconhecimento do seu trabalho.
    A babi sempre dedica mto e as pesquisas dela fazem mta diferença, tb super recomendo.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  5. Mary, eu nunca tinha ouvido falar sobre esse livro, mas já me apaixonei logo de cara pela capa. Que linda!
    Sua resenha foi bastante empolgada e me deixou com vontade de ler o livro.
    Vou querer ler na primeira oportunidade.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá! Gostei muito da resenha e o livro parece sem bem interessante,mas não faz muito meu gênero. De qualquer forma indicarei pra algumas amigas que gostam.
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    gostei bastante da sua resenha, o livro parece ser interessante. Confesso que não conhecia essa obra e muito menos a autora. Eu vou deixar passar, pois não gosto de romances, chick-list, mas indicaria para pessoas que gostam. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oiee
    Eu não conhecia esse desafio amei.
    Olha adoro a escrita da Babi A Sette e amei A Promessa da Rosa.
    Já estou super animada pelo próximo Lançamento dela.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Não conhecia esse desafio ^-^
    Li esse livro ano passado e gostei bastante, mas confesso que quando a história teve aquela passagem de tempo achei que a autora se perdeu um pouquinho, mas quero muito ler a continuação e espero gostar bastante :)

    Bjs
    http://blogimaginacaoliteraria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Eu acho a capa desse livro linda, sensacional. Gente, como você começou determinada a odiar? Ainda bem que leu e tirou suas próprias conclusões  Sua resenha ficou ótima, espero logo ter oportunidade de ler a obra.

    ResponderExcluir
  11. Oiie!
    Eu adoro romance de época, e estou gostando bastante dos autores nacionais também estarem apostando nessa ideia. Ainda não li nada da Babi, mas vi muitos comentários positivos. Realmente é muito bom quando você consegue se ligar com a historia e sentir todas as emoções que a leitura te proporciona.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Mary, amo romances, independentes de serem contemporâneos, de época ou históricos e o que é essa história, menina?
    Nunca li nada da Babi, mas tenho uma curiosidade mega!
    Espero ler em breve esse livro, pois parece ser incrível.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  13. Gosto disso de bomba atrás de bomba, deixa a leitura mais emocionante, rsrs. Eu adoro romance histórico, mas ainda não li nenhuma das obras da autora, pretendo ler ainda esse ano! Acho as capas dos livros dela muito lindas! <3
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  14. Deu para perceber que você se apaixonou mesmo pelo livro. Apesar de eu ter achado pela sua resenha que o livro tem uma história linda e ter uma edição super fofa no memento vou Passat a dica por não gostar de romance histórico.
    Fica para a próxima
    Camila Bernardini

    ResponderExcluir
  15. Oie,

    eu amo romances históricos e já venho lendo resenhas super positivas do livro! E essa capa é tão linda que minha vontade de lê-lo aumenta toda vez que vejo <3 A sua resenha só me deixou com mais curiosidade!

    Mayla

    ResponderExcluir
  16. Nunca li nenhum livro deste gênero, mas ele é tão bem falado que já comprei alguns livrinhos e logo logo começarei a ler, haha. Este livro parece ser ótimo ;*

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Ainda não li Promessa da Rosa, mas o livro anterior da Babi que li, Entre o Amor e o Silêncio, me mostrou que ela realmente adora um draminha, chegou até a atrapalhar um pouco a minha leitura. Mesmo assim a autora é ótima e quero muito ler o livro, por causa dessa abordagem ao papel da mulher que vc citou.
    Bjs!
    Quem Lê, Sabe Porquê

    ResponderExcluir
  18. Contrato matrimonial, reputação, "mulheres serem inteligentes não era de bom tom"... Sério, colega, eu AMO o século 21! Acho que não iria gostar desse mocinho, pois pelo que li na sua resenha, ele me pareceu bem escroto.

    Abraços,
    Karina do blog Eu e Minha Cultura.

    ResponderExcluir
  19. Oláaa!!!
    Menina adorei a sua resenha hahaha
    Esse livro está na minha lista de leituras a séculos e eu pretendo tirar ele de lá o mais rápido possivel antes do lanlçamento do segundo.
    Pelo que vc disse tenho certeza que irei chorar demais... deu até um medinho aqui hahahaha

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  20. Kathelyn Stanwell realmente parece ser uma jovem obstinada!! Só que quando o amor bate a nossa porta, não há como escapar!! A capa do livro está linda!! Adoro romance de época e da Babi A. Sette melhor ainda!! O livro tem mais de quatrocentas páginas que nos proporcionar uma leitura rica e cheia de detalhes!!

    ResponderExcluir