Resenha: Entre a Culpa e o Desejo-Sarah Macleam - Leituras da Mary

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Resenha: Entre a Culpa e o Desejo-Sarah Macleam

Olá apaixonados por romances históricos, hoje trago uma resenha daquelas, se preparem que eu vou falar bastante, pois vocês já sabem que quando eu amo um livro eu me embalo a falar dele e não paro mais e o livro de hoje é um desses.
Entre a Culpa e o Desejo é um romance histórico escrito por Sarah Maclean, segundo volume da série Clube dos canalhas, já tem resenhado aqui no blog o primeiro volume clique no titulo para acessar Entre o Amor e a Vingança.
Quem leu o primeiro livro da série já teve um panorama legal sobre o que ela trata, mas para quem ainda não leu eu resumirei basicamente os pontos principais para que entendam, mas recomendo que leia os livros na seqüência pois apesar de serem histórias independentes por contar as aventuras românticas de personagens diferentes, ainda assim elas dependem uma das outras para maior compreensão.
O Clube dos canalhas possui como sócios os nobres mais mal afamados de Londres, fundado pelo misterioso Chase que reuniu mais três Lordes decadentes, o Bourne que perdeu toda a fortuna da família na mesa de jogos aos 18 anos, o Cross que é a ovelha negra de sua família e o Temple mais conhecido como o Duque assassino.
O primeiro livro narra a história do Bourne, já nesse nós vamos conhecer o Cross o garoto problemático e libertino da família, um verdadeiro farrista com privilégios por ser o segundo irmão e não precisar herdar todos os problemas e privações que advinha de um titulo nobiliário, vivia sua vida de farra e libertinagem até que em um fatídico dia ele recebe a noticia que o irmão mais velho morreu e que consequentemente ele deveria assumir o titulo e as responsabilidades.
O pai de Cross (Jasper) ficou extremamente revoltado com a morte do filho mais velho, o filho correto e bem educado, amaldiçoou Cross dizendo que quem deveria ter morrido era ele (o Cross), já revoltado de trazer tantas desgraças para a família ele decide renegar o titulo e partir.
Passou por muitas privações ao longo desse tempo em que decidiu renunciar á família, viveu nas ruas e se tornou um excelente jogador, daqueles invencíveis e acabou atraindo a atenção de Chase que o chamou para ser sócio do Anjo caído, o clube de jogos mais famoso de toda Londres, todos eles fizeram fama e recuperaram, dobraram e triplicaram suas fortunas.
Não podemos dizer que Cross tinha uma rotina simples, mas sim metódica, cuidava da parte administrativa do clube, pois era muito bom com os números, sempre reservado e sarcástico como é possível observar desde o primeiro livro, vivia para o trabalho inclusive seu escritório no clube servia de quarto, sempre dormia lá e foi assim que Lady Philippa Marbury o encontrou.
Phippa é irmã de Penélope a mocinha do primeiro livro que se casou com o Bourne, poir isso teve livre acesso para entrar no Clube mais exclusivo de Londres, pois lá dentro tinha uma coisa que ela queria ou melhor alguém que ela queria. Ela conhecia muito bem a reputação do Sr . Cross, pois o nome dele era amplamente mencionado nos salões de baile, algumas Damas diziam que ele era incrível com as habilidade de dar prazer a uma mulher sem nem sequer tocar nela.
Um belo dia ela invade o clube e o escritório do Sr.Cross pedindo para ser arruinada, ou seja ela queria descobrir tudo que rolava no leito matrimonial, pois teria um prazo curtíssimo de 15 dias até a data do seu casamento e não queria entrar nessa vida como uma completa ignorante, por isso bolou um plano cientifico para descobrir o que acontecia e já que ninguém queria responder os seus questionamentos ela resolveu procurar o maior libertino de Londres.
Cross se assusta ao acordar de uma costumeira tarde de sono e notar a presença de uma “Dama” no seu escritório mexendo nas suas papeladas e apontando defeitos em seus cálculos, e se assustou mais ainda com a proposta da moça, ele conhecia de nome Lady Phillippa Marbury irmã da esposa de seu sócio, ela era uma dama da sociedade conhecida por zelar pela moral e os bons costumes, no entanto ela estava li em pé diante dele pedindo para ser arruinada.
Phippa não era como as moças normais, que esperavam pacientemente para saber sobre os deveres de esposa quando se casasse, ela era uma cientista, uma mulher ávida por conhecimento seja ele de qualquer natureza e não ia se conformar com o fato de ser uma completa leiga quando o assunto era relações conjugais, quando Cross recusa sua oferta alegando que ela não estava em seu juízo perfeito ela não desiste, estava disposta a pagar pelas aulas, só não não poderia saber que sua vida nunca mais seria a mesma de antes de conhecer Cross.
Minha opinião
Leram a premissa do livro que relatei acima? Preciso falar mais alguma coisa? Esta na cara que esse livro é maravilhoso, acho que eu nem preciso dizer o que achei só a premissa já diz tudo.
Eu simplesmente adoro livros com essas temáticas, mocinho sedutor, mocinha inteligente e que não se conforma com a realidade, aulas de sedução, personagens cativantes e esse livro tem tudo isso e muito mais.
O Cross é extremamente cativante, e sarcástico eu diria também um tanto introspectivo aquele tipo de pessoa que não fala muito o que pensa e que guarda as coisas para si, é impossível não amá-lo, assim como os outros personagens secundários, o Chase todo intelectual, observador e perspicaz, o Temple todo fortão sarcástico e até certo ponto brincalhão.
A Phippa também é fantástica, como eu disse antes adoro mocinhas com as características que ela tem, geralmente algumas mocinhas desse estilo de livro sobre regas e sedução e tudo mais costumam me irritar com sua bobice, mas ela não, ela é curiosa, cientifica e persistente.
Ouso dizer que esse livro foi bem melhor que o primeiro, que já tinha sido excelente, já estou com os outros livros da série aqui e torcendo para nenhum deles me decepcionar, pois estou com altas expectativas, principalmente com o quarto e ultimo que narrará a história do Chase que promete revelar vários segredos escandalosos.
Esses livros de romances históricos eu sempre costumo ler no formato físico para ter aquela emoção de pega-los na mão e folheá-los, e para mim um dos pontos primordiais nos livros desse gênero são a escolhas da capa e diagramação e nesse quesito a editora Gutemberg está de parabéns, essas edições estão lindas verdadeiras obras de arte para se ter na estante e venerar.
Diante do exposto minha avaliação par ao livro não poderia ser outra se não 10 em todos os quesitos e 5 estrelinhas no skook, ainda falando de skoob ele também merece ser favoritado e recomendado, já pegue papel e caneta ou bloco de notas do celular anote essa minha recomendação.
Esse livro foi lido para cumprir o item Romance Histórico ambientado no século 19 do desafio Históricos e Eu
Desafios
– Ler um Romance Histórico com um casal na capa.
 – Ler um Romance Histórico nacional.
 – Ler um Romance Histórico clássico.
 – Ler um Romance Histórico em que o mocinho seja guerreiro.
 – Ler um Romance Histórico com a temática casamento.
 – Ler um Romance Histórico com mais de 500 páginas.
 – Ler um Romance Histórico de banca.
 – Ler um Romance Histórico com a capa masculina.
 – Ler um Romance Histórico ambientado no século 19.
 – Ler um Romance Histórico que você comprou pela capa.
 – Ler um romance histórico que o título comece com a inicial do seu nome.
 – Ler um romance histórico sobrenatural/fantasia.
Espero que tenham gostado da resenha e que eu não tenha me empolgado e falado demais, não se esqueça de deixar um comentário aqui a baixo dizendo o que acho, se já leu o livro ou se vai ler. Um abraço e até a próxima.

Nenhum comentário:

@marycspblog