Resenha: A Sombra do Vento - Carlos Ruiz Zafón

07:03


A Sombra do Vento é o primeiro da trilogia O Cemitério dos Livros Esquecidos. Escrito pelo autor Carlos Ruiz Zafón e publicado pela Editora Suma de Letras, é um livro incrivelmente belo!
A história se passa na Espanha, onde Daniel Sempere, 11 anos, é apresentado por seu pai ao Cemitério dos Livros Esquecidos, um lugar conhecido por poucos, um verdadeiro "paraíso" dos livros, e, como de costume a quem conhece o Cemitério dos Livros Esquecidos, é dada a ele a oportunidade de  escolher um livro, do qual Daniel seria o responsável por toda sua vida. Daniel esbarra, então, em A Sombra do Vento, de Julián Carax, autor misterioso do qual ele nunca ouvira falar. Daniel lê o livro em apenas uma noite e se encanta, desejando então procurar mais obras deste autor desconhecido. Inicia-se, desta forma, a busca de Daniel Sempere por pistas sobre a vida de Julián Carax. E essa história, cheia de mistérios e dramas, se desenvolve no decorrer das páginas desta obra incrível.

Minha Opinião Sobre o Livro

Daqueles livros que deixam saudades logo quando chegamos ao final, A Sombra do Vento nos deixa aquela vontade desesperadora de continuar a história, simplesmente porque ela não pode acabar ali! Apesar de ter um final indescritivelmente perfeito, o simples fato de aceitar que aquele livro chegou ao fim é frustrante.
O que mais chama a atenção do leitor em A Sombra do Vento é a descrição de cada personagem. Todo o livro é minuciosamente detalhado, sem, porém, deixar a narrativa cansativa. Os personagens são tão bem descritos, que, por vezes, a gente se sente na história, assistindo àquela cena bem de perto.
Percorremos com Daniel toda sua trajetória, de criança a adolescente, de adolescente a adulto. Conhecemos com ele os diversos personagens, com suas características únicas e inconfundíveis. Gustavo e Clara Barceló, Nuria Monfort, Pelelope e Jorge Aldaya. Cada um destes, adorável e encantador à sua maneira.
Um dos personagens que mais me chamou a atenção, e acredito não ser a única que compartilha desta opinião, é Fermín Romero de Torres, um mendigo que Daniel passa a conhecer após uma noite turbulenta na sua vida. Fermín  é daqueles personagens que já te cativa no primeiro contato e que me lembrou muito Tyrion Lannister (A Guerra dos Tronos) em suas distintas e sábias frases filosóficas. É, na minha humilde opinião, o personagem mais marcante de toda a história!

"O coração da mulher é um labirinto de sutilezas que desafia a mente grosseira do homem trapaceiro. Para realmente possuir uma mulher, é preciso pensar como ela, e a primeira coisa a fazer é ganhar sua alma.”

Outro personagem memorável é Francisco Javier Fumero, chefe de polícia, torturador e assassino de primeira linha. Daqueles personagens tão detestáveis, que nas minhas lembranças veio o T-Bag (Prison Break), estes dois personagens, por serem tão bem descritos, o sentimento de repulsa que temos sobre eles é quase palpável. Mas, uma boa trama precisa de personagens assim, não é mesmo?
É até difícil falar de um livro tão intenso! A todo momento (desde as primeiras páginas), a leitura se torna viciante, obrigatória, como se fosse um pecado mortal parar de ler. É daqueles livros de guardar na estante, mas numa altura de fácil acesso, para que sempre se possa voltar e relê-lo. Eu simplesmente amei!
A Sombra do Vento é uma obra dos deuses, perfeitamente elaborada em cada detalhe! Um verdadeiro presente a nós leitores! 

5 Motivos Para Ler A Sombra do Vento

1 – Por ser uma história que se passa em Barcelona pós-guerra, os relatos, todo o acontecimento, tudo fica mais vivo. As cenas são impecáveis e o cenário histórico torna tudo mais real.
2 – Não tem como não voltar a enfatizar a questão dos personagens, até porque, uma história sem um bom personagem torna-se facilmente esquecível. A Sombra do Vento tem personagens fortes e marcantes, dos quais seria impossível não se lembrar, mesmo depois de anos.
3 – A Sombra do Vento é um livro escrito em prosa poética, o que traz uma doçura e sensibilidade que não se encontra em qualquer livro por aí. É um livro complexo, mas de fácil entendimento. Inteiramente envolvente.
4 – É um livro que fala sobre livros. Quer coisa melhor para entreter um leitor que falar sobre o que ele mais ama na vida?

5 – É viciante desde as primeiras páginas. Daqueles que você começa e não quer mais largar. São 400 páginas de leitura obrigatória!

VOCÊ PODERÁ GOSTAR DE:

19 comentários

  1. Oii, Mary! Que felicidade ao ver minha resenha aqui! Agradeço a oportunidade! ;) Beijos beijos 😘

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu e que te agrade;o Kelly por estar me ajudando a fazer desse sonho realidade.

      Excluir
  2. Esse livro é fascinante, das obras de Zafón, A Sombra do Vento é meu preferido. Como você falou não dá pra acreditar que o livro termina. Ele precisa continuar. A narrativa é deliciosa mesmo com todos os detalhes da trama, sou apaixonada por Daniel Sempere.
    Hoje em dia entendo porque o autor não vendeu os direitos para o cinema, acho que seria um pecado ver este livro mal dirigido nas telonas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Helana!
      Concordo em número, gênero e grau rs se ele tivesse vendido os direitos autorais para o cinema eu nem assistiria. Com um livro desses é pecado existir filme rs
      Eu ainda não li os outros dois, mas estou ansiosa! <3

      www.livroseafetos.blogspot.com

      Excluir
  3. Oi Kelly! Tudo bem?
    Que resenha linda! Sou louca para ler esse livro faz tempo, mas nunca consigo, sempre acaba aparecendo outros que coloco na frente e esse vai ficando. É a primeira resenha que leio desse livro e fiquei encantada! Vou ler logo! Parabéns pela resenha!
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo carinho, Sophia! <3
      Esse livro é realmente encantador! o meu também ficou aqui encostado por alguns tempos, mas me agradeço até hoje por tê-lo colocado na frente dos outros rs
      Merece sua leitura! Leia, por favor!

      beijos beijos

      www.livroseafetos.blogspot.com

      Excluir
  4. Oiii Mary, como vai lindinha?
    Eu nunca li esse livro e nem nada do autor e confesso que tenho tamanha curiosidade em conhecer melhor, eu gostei tanto de saber a sua opinião e pela sua sinceridade só aumentou a minha vontade de ler. Dica anotada.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro merece sim ser lido, Morgana! Dedique um tempo a ele e te garanto que não vai se arrepender!!
      Beijos beijos

      Excluir
  5. Oi Kelly, nunca li esse livro, mas a sua resenha me deixou super curiosa. Gosto de livros assim, que prendem a atenção do leitor desde o inicio e que deixa saudades assim que acaba. Vai pra minha lista de leitura. Parabéns pela resenha.
    http://www.facesemlivros.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Kelly, não li nada do autor ainda, e das obras que conheço dele, esta trilogia é a que mais me chama atenção. Já pensou um cemitério de livros, isso me deixou super curiosa, desde que soube da série. Uma pena que não li ainda.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi, eu sempre via alguma postagem sobre esse livro, mas não sabia do que se tratava e ao ler sua resenha vi a premissa do livro e me interessei bastante e sua resenha e os motivos para ler o livro aguçaram a minha curiosidade e quero saber mais sobre a historia do livro e dos personagens, saber o desenrolar da historia e o que Daniel vai descobrindo ao decorrer de suas pesquisas. Dica anotada.
    bjus

    ResponderExcluir
  8. Kelly também fiquei super curiosa para ler esse livro que já e um clássico, achei mega interessante essa coisa de ter um cemitério dos livros esquecidos, acho que esse livro vai me conquistar assim como te conquistou. Sua resenha ficou maravilhosa e estou muito orgulhosa de ter você fazendo parte do Time Leituras da Mary.

    ResponderExcluir
  9. Aaah, é tão ruim e bom ao mesmo tempo quando um livro deixa saudade! ❤❤❤ Se deixou saudade é porque ele te marcou. Já vi muito falar sobre esse livro, mas nunca li. Tenho vontade de lê-lo, espero ter a oportunidade.
    Ótima resenha!

    beijoos!

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Há livros realmente que deixa aquela saudade gostosa e por mais folhas que tenha nunca será suficiente, já que sempre haverá um final. Tenho muita curiosidade em ler esse livro. Gostei bastante da sua resenha. E que venham mais como esse sempre! bjooo❤

    http://blogaventuraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Kelly tudo bem, eu vi dois motivos para ler esse livro, o enredo é cativante e sua resenha está perfeita. Esse tipo de livro que marca não pode deixar passar. Ameu. Bjs

    ResponderExcluir
  13. Oie
    Tudo bom?
    Sinceramente só vejo resenhas elogiosas desse livro, mas até hoje não consegui sentir vontade de ler, não sei dizer o motivo, mas a temática central não me empolgou.
    Bela resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá, Kelly! Adorei a resenha e os 5 motivos! Vejo cada vez mais elogios a Carlos Ruiz Zafón e acho isso maravilhoso! E este livro parece ser mesmo encantador! Gostei de saber que é escrito em prosa poética. Tão bom encontrar histórias envolventes, que emocionam e ainda falam do que mais gostamos, não é? ;)
    Parabéns pela resenha!

    Bjs,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Adorei sua resenha por dois motivos, primeiro pq ficou boa mesmo rsrs, segundo pq comprei essa trilogia e nem sabia que era trilogia e nem fazia ideia do que se tratava e agora a quero ler desesperadamente. Confesso que comprei pelo preço e agora me apaixonei pela premissa.
    Parabéns pela resenha,
    Beijos!

    ResponderExcluir