terça-feira, 25 de outubro de 2016

Resenha: Sérgio Moro: O Homem, o Juiz e o Brasil - Luiz Scarpino





Sérgio Moro: O Homem, o Juiz e o Brasil é um livro que aborda de forma clara e de fácil entendimento, um breve histórico da vida do juiz Sérgio Moro. É narrada cronologicamente sua vida desde o nascimento, sua formação, especializações, até chegar onde chegou, uma figura que se tornou símbolo da luta contra a corrupção no Brasil.
“Sérgio Moro é um homem branco, de meia-idade (44 anos), sotaque característico da região Sul, retratado pela mídia com semblante sério, incisivo, em que transparece ao mesmo tempo severidade e confiabilidade. Não deve ser considerado cavaleiro solitário. Não é cruzador isolado do combate à corrupção. É sim um servidor, dotado de inteligência invejável, falível como qualquer ser humano”.
Ao contrário do que pode parecer ao se ver pela capa, que traz estampada o rosto do juiz Sérgio Moro, o livro não é uma biografia. Narra um breve histórico da sua vida, mas foca especialmente nas principais operações na qual o juiz a teve participação relevante, como Banestado, Farol da Colina, Operação Fênix, Lava Jato, e, para surpresa de muitos, o Mensalão, quando auxiliou a ministra Rosa Weber no julgamento de um dos maiores escândalos de corrupção do país, a pedido desta mesma ministra, pela experiência de Moro em crimes desta natureza.
Cada uma destas operações é exposta de forma simplificada ao leitor, tendo expressões muito atuais como “delação premiada” “condução coercitiva” e palavras como “lobista” e “doleiro” explicados de forma clara e objetiva, o que torna a leitura muito prazerosa, mesmo àqueles que não são grandes fãs de assuntos jurídicos e políticos. Também são explicados como e por quem são escolhidos os nomes das operações, o que é muito interessante.
O livro é dividido em capítulos e possui um sumário, o que torna fácil localizar o assunto sobre o qual você deseja ler. Possui várias citações de revistas e portais jornalísticos, bem como citações do próprio juiz Sérgio Moro.
“Sobre a delação premiada, não se está traindo a pátria ou alguma espécie de “resistência francesa”. Um criminoso que confessa um crime e revela a participação de outros, embora movidos por interesses próprios, colabora com a Justiça e com a aplicação das leis de um país. Se as leis forem justas e democráticas, não há como condenar moralmente a delação; é condenável, nesse caso, o silêncio. ” (MORO, op. cit.)
Minha opinião sobre o livro

Desde antes do lançamento deste livro, do autor Luiz Scarpino, advogado e professor na Universidade de Ribeirão Preto, ele já havia entrado para a lista dos meus desejados. Pelo tema que aborda e pela imparcialidade que eu sabia que encontraria no livro, coisa rara de se ver hoje em dia tanto nas mídias sociais quanto no jornalismo das redes de tv.
Achei excelente a forma como o autor abordou cada tema. Objetivamente, sem deixar a leitura cansativa, mas expondo todos os pontos principais, bem como nomes, datas e números.
“A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras. ”
É uma excelente opção a todos, principalmente àqueles que desejam saber mais, e de forma imparcial, sobre a investigação do maior escândalo político do nosso país até hoje, a Operação Lava Jato, apesar da operação ainda estar “no meio do caminho”, por assim dizer.
É uma leitura simples e agradável. Uma leitura valiosa!

5 motivos para ler Sergio Moro: O Homem, o Juiz e o Brasil
1 – Aborda um tema muito importante no país atualmente: a corrupção.
2 – Linguagem simplificada, o que torna a leitura agradável.
3 – Fala sobre a vida de um dos nomes mais importantes da atualidade, o juiz Sérgio Moro.
4 – Imparcialidade.
5 – Trata não somente da operação Lava Jato, mas das principais operações onde o juiz Sergio Moro teve participação.





Nenhum comentário:

Postar um comentário