Semana do Terror: Lendo contos Sombras da noite - Stephen King parte I - Leituras da Mary

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Semana do Terror: Lendo contos Sombras da noite - Stephen King parte I


Olá pessoal passando aqui para fazer mais um post para nossa semana do terror. Quero conversar com vocês sobre dois contos de terror do livro Sombras da noite do Stephen King, esse foi o meu primeiro contato com o autor eu eu quis começar por contos que são narrativas mais curtas para realmente conhecer o trabalho do autor.
Posso dizer que estou adorando a sua escrita, muito envolvente, agora entendo porque todos sempre o idolatram. Nessa obra contém uma coletânea de 20 contos de terror e a cada dois contos que eu for lendo eu venho aqui contar para vocês o que achei.
Primavera vermelha
O primeiro conto que li foi Primavera vermelha na realidade esse é o conto numero 11, pois as resenhas que li diziam que esse conto era o menos assustador, então falei é por esse que vou começar, confesso que sou um tanto quanto medrosa.
Esse conto contém apenas 6 paginas, um dos mais curtos do livro, porém eu achei a história completa e fechadinha. O protagonista dessa história ouvir a menção de um nome de um assassino e começa a lembrar do passado, quando ainda era um universitário e esse assassino começou a fazer suas vitimas.
Naquela época eles estavam na primavera vermelha, um fenômeno climático com o inverno mais frio das ultimas década, é nesse cenário que o assassino Jack Salto-de-molas fazia suas vitimas, as quais eram todas mulheres e ninguém nunca descobriu sua identidade.
O protagonista volta seus pensamentos para o tempo atual que por coincidência é a primavera vermelha novamente e o mesmo assassino volta a atacar depois de 20 anos, até que o protagonista começa a achar que esse assassino poderia ter algo a ver com ele.
É um conto super rápido de ser lido e muito leve, recomendo para quem quer começar a ler Stephen King.
Jerusalem´s Lot
É o primeiro conto do livro e também um dos mais longos, com 20 paginas, é um pouco assustador, pois envolve algumas criaturas sobrenaturais e demoníacas.
A narrativa vai se passar no ano de 1850, contada através de cartas e diários. O protagonista Sr, Boone herdou uma propriedade de um parente nos arredores de Chapelwaite, uma casa já bastante deteriorada, mas mesmo assim acaba tomando posse da herança e se mudando para lá juntamente com o criado Cal, o problema é que na casa tem muitos barulhos estranhos durante a noite, como se tivessem milhares de ratos no porão.
Além disso a vizinhança é extremamente hostil com eles e evitam se aproximar da casa, o lenhador não quer entregar a lenha, as empregadas não querem permanecer na casa, no entanto ninguém diz o motivo de tanta hostilidade.
Mas o Sr. Boone e seu criado Cal acabam descobrindo um mapa para um cidade chamada Jerusalem´s Lot, eles resolvem ir até o local para tentar descobri o motivo de tanta hostilidade e isso pode não ser uma boa ideia.
O conto é excelente, com uma narrativa diferenciada por se tratar de relatos de cartas e diários, é um pouco assustado mas nada que nos deixe aterrorizados, eu gostei bastante.
Espero que tenham gostado do post e deixem aqui nos comentários se já leu esse livro, quais seus contos favoritos ou se ainda pretende ler. Um abraço e até a próxima.

Um comentário:

  1. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho.Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
    A Verdade Em Poesia.

    ResponderExcluir

@marycspblog