quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Resenha: Fiquei com seu numero – Sophie Kinsella




Olá pessoal já tem um tempinho que eu não trago um chick lit aqui né? Então venha conferir pois a resenha de hoje é de um livro da rainha do gênero a Sophie Kinsella.
Resenha
Fiquei com seu numero é um romance do gênero Chick Lit publicado em 2012, a minha edição é a 5° publicada pela editora Record. Nesse livro vamos conhecer a Poppy Wyatt uma fisioterapeuta que esta prestes a se casar, porém acaba perdendo seu anel de noivado no Hotel durante uma confusão.
Mas não é qualquer anel de noivado, era uma joia de Esmeralda caríssimo que esta na família de Magnus, o noivo, há várias gerações. Como se não bastasse todo o transtorno envolvendo o sumiço do anel, ela acaba tendo o seu celular roubado.
A situação era desesperadora para Poppy, como o pessoal do hotel ou suas amigas iriam avisa-la caso encontrassem a joia? Depois de se estressar e estressar todos os funcionários do hotel ela acaba parando para reorganizar seus pensamentos e avista na lixeira do hotel um celular junto com um crachá de empresa. Ela pegou o celular e viu que estava funcionando e acabou tomando-o para si.

Afinal achado não é roubado, pensou ela. Partindo desse pressuposto passou o numero do celular para todos os funcionários do hotel e suas amigas para entrarem em contato caso soubesse o paradeiro da joia.

Como toda boa mocinha de Chick Lit ela é muito curiosa e com certeza acaba mexendo no celular e descobrindo que ele pertencia á secretária de um tal Sam Roxton, também acaba recebendo algumas ligações e mensagens estranhas, mas nem dá muita importância.
Uma dessas ligações foi a do suposto dono do celular, O Sam Roxton, que exigiu que ela entregasse o aparelho ou iria chamar a policia, novamente ela reforçou a ideia de que achado não é roubado e que iria permanecer com o celular porque era importante para ela naquele momento, explicou toda sua situação para o desconhecido que acaba concordando e impondo alguns termos.
Poppy se comprometeu de anotar todos os recados e enviar todas as mensagens que recebesse, como uma boa secretária, por um tempo ela se contenta em apenas repassar as mensagens, mas seu instinto de mocinha de chik lit fala mais alto e ela começa não somente a ler mas também interferir nas correspondências, como já era de se esperar ela acaba causando muitas confusões.
Incomodada com o jeito rude e seco que Sam tratava os funcionários e até mesmo familiares ela resolve mandar mensagens para todos como se fosse o Sam, e claro acaba dando merda e fazendo a vida do Sam virar de pernas para o ar.  Além de tudo isso Poppy tem o dilema de como contar para o noivo que perdeu o anel, ao invés de revelar a verdade acaba contando um monte de mentiras e transformando sua situação em uma verdadeira bola de neve.

Minha opinião
Como não amar Sophie Kinsella, como não se apegar aos personagens? Mesmo quando elas cometem uma burrada atrás da outra, que em vários momentos nos mata de vergonha alheia e em outros desperta uma vontade de lhes dar uns bons tapas na cara para elas acordar para a realidade.
Eu gostei muito desse livro, não tanto quanto eu esperava, mas gostei, houve alguns pontos que me incomodaram um pouquinho principalmente com relação a personalidade da personagem, pelo fato dela ser ingênua e não perceber as coisas que estão á sua frente, aceitar coisas e situações apenas pelo medo de ser rejeitada  ou de acharem que é burra, mas sabemos que isso acontece muito na vida real e somos tapadas em vários momentos.
Dei boas gargalhadas ao longo da narrativa e só por isso o livro já valeu a pena e cumpriu  seu papel, amei também o romance entre ela e o Sam que surgiu de forma muito sutil, mas gostaria de que fosse mais desenvolvido ao longo da narrativa, porém o foco foi a vida da personagem Poppy, seu dia a dia e suas trapalhadas.
Nota Nove e 5 estrelinhas no skoob.


5 motivos para ler Fiquei com seu Número:
- É muito divertido.
- Tem uma escrita flúida  e envolvente.
-Tem uma mocinha toda atrapalhada e um cara todo certinho, porém um pouco frio.
- Os personagens possuem características reais, pois são cheios de defeitos e qualidades.
    Já leu esse livro? Pretende ler? Deixe nos comentários aqui abaixo e tambem diga o que achou da resenha.


7 comentários:

  1. Não conhecia esse livro, mas falou de mocinha atrapalhada eu quero rs

    Vou colocar ele na lista de compras <3
    Beijos

    Blog Lua Soares

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lua leia sim garanto que vai amar e dar boas gargalhadas.

      Excluir
  2. eu iniciei a leitura de um livro da sophie mas acabei não dando continuidade por falta de animo, mas sempre vejo elogios a ela e mesmo não sendo meu gênero eu arriscaria esse, gosto de livros engraçados

    ResponderExcluir
  3. Olá Mary, tudo bem?
    Mulher eu já li sim e assino embaixo na sua opinião. Foi um livro que comecei a ler sem expectativa por se quer conhecia a autora, mas a premissa me encantou. Quando comecei a ler não consegui mais parar. Ri litros e fiquei arrepiada em algumas cenas entre eles. Amei a leitura e super recomendo.

    ResponderExcluir
  4. não me mate, mas não curto Kinsella HAHAHA
    na verdade, o gênero não me atrai, e fujo desse tipo de história... sem contar que há vários elementos clichês que me incomodam, mesmo parecendo ser uma leitura divertida...

    bjs...

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Bom, eu não gosto de chick lit, acho todos muito parecidos e muito rasos... eu não gosto de livros assim. A personalidade da personagem me incomodou também, imagino como foi pra vc, que leu o livro inteiro...
    bjs
    :)
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá, gostei dos personagens atrapalhados, eles conseguem me conquistar durante a leitura do livro. E essa é um encanto, sei que me divertiria assim como você o fez durante sua viagem a este mundo da autora. O romance apesar de clichê consegue inovar em certos pontos e isso me deixa bastante animado.

    ResponderExcluir