Resenha Nacional: Que amor é esse? - Paula Maia

11:11


Que Amor é Esse, A História Real de Guilherme de Pádua, foi publicado em 2010 pela Editora Solomon Brasil. Escrito por Paula Maia, ex esposa  de Guilherme de Pádua, enquanto eles ainda estavam casados, este conforme dito por Paula, foi escrito com o intuito de mostrar ao mundo o 'novo Guilherme', mostrar uma nova visão a todos, diferente da que, por incrível que pareça, até hoje é mostrada na mídia. Mostra um lado do Guilherme de Pádua que ninguém até então conhece.

Trata-se de um livro biográfico, que conta uma parte da vida de Guilherme de Pádua, principalmente no período em que ficou preso. Retrata situações vivenciadas neste período, evidenciando os vários problemas existentes no Sistema Carcerário Brasileiro, sem intenção de denunciar, já que os fatos narrados haviam acontecido há mais de 17 anos na data de publicação do livro.

O livro também conta como ocorreu a conversão de Guilherme a Cristo. E apesar de fatos verídicos serem narrados, nomes e ordem de acontecimentos foram modificados a fim de tornar impossível a identificação destes.


Minha Opinião

Guilherme de Pádua, para quem não está se lembrando, é aquele ex-ator, que participou da novela De Corpo e Alma e que ficou (e é até hoje) conhecido em todo país por assassinar brutalmente a também atriz Daniella Perez, filha de Glória Perez.

Como no livro da Andressa Urach, procurei ler Que Amor é Esse desconsiderando tudo que eu pensava a respeito do ator, até porque, quando acontecem fatos como esse assassinato, involuntariamente a gente julga. E na maioria da vezes (quase sempre) condena. E mesmo condenei. Pela brutalidade, pela chance de defesa que não houve, enfim. Condenei porque sou mulher, sou humana. Maaaas... Como eu disse, procurei ler este livro sem pensar muito na história e me permiti ouvir a outra versão.

Achei o livro interessante. Foi escrito pela Paula Maia, atual esposa do Guilherme na época (os dois se separaram em 2014 e logo boatos surgiram de que o ex ator a perseguiu após a separação, o que não foi confirmado por ela) e conta em detalhes a fase que ele passou em cárcere.

O que mais gostei no livro foi que a gente se envolve com a história e com os "personagens". A gente se esquece que é uma historia biográfica e isso é muito bom, porque permite que analisemos a situação dos dois lados, sem julgamentos prévios.

Gostaria que a Paula tivesse falado mais sobre o relacionamento deles, como começaram a namorar e se casaram, mas ela relata isso apenas nos testemunhos. Mas o foco principal do livro não era esse e sim mostrar do que o amor de Deus é capaz. Ate porque..

"Se Deus fez tudo isso na vida do Guilherme de Pádua, considerado o pior homem do mundo, imagine o que ele faria na sua?"

Confiram os 5 motivos para ler Que Amor é Esse?

- Leitura Nacional
- Que tal experimentar um novo gênero literário?
- Leitura envolvente
- História biográfica que não parece história biográfica
- Boa pedida pra quem é do mundo gospel

Você já leu esse livro? Deixe um recadinho aqui pra gente! ;D



VOCÊ PODERÁ GOSTAR DE:

8 comentários

  1. Oi,
    Olha desculpa a sinceridade, mas eu tenho nojo desse homem e definitivamente não leria esse livro, acompanhei o caso do crime que esse individuo cometeu, já vi várias entrevistas dele e não acredito nesse arrependimento, nessa "remissão" acho que ele é muito manipulador isso sim. Esse é um livro que quero distância.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Nossa não sei nem o que dizer. Primeiramente parabéns pelo post. Acredito que você foi muito corajosa ao se envolver com a leitura, não apenas por ela ser polêmica, mas por você ter que abdicar de todo o seu pre - julgamento e tentar ler o livro com outros olhos. No momento não é uma leitura que me interesse, mas quem sabe no futuro não é? Não sei se acredito nesse arrependimento todo. Espero de coração que sim e que mesmo arrependido ele ainda possa pagar,a Deus, por ter tirado a vida de uma pessoa inocente. Beijos, e mais uma vez, parabéns!

    ResponderExcluir
  4. OLHA, sinceramente passo longe desse livro..um cara desses pra mim não tem essa de arrependido nem de tocado por deus. lembro até hoje do caso, era criança quando aconteceu, um indivíduo frio, cruel e perverso, que tirou de forma brutal a vida de uma inocente.
    sobre os motivos que vc deu para a leitura, não me convenceram... eu curto gênero biografia, mas não de um calhorda desses...
    não quero parecer grossa com você mas me sinto indignada com romantização
    de assassino de mulheres... enfim...

    ResponderExcluir
  5. Olha me desculpe, mas este seria o último livro que eu leria. Nada contra com quem lê eu só acompanhei o caso anos depois por entrevistas e pelo que as pessoas me contaram de como foi na época e eu acho o cúmulo fazer uma atrocidade e depois escreve um livro como remissão, então eu não leria por nada. Mas parabéns pela sua iniciativa de qualquer forma.

    ResponderExcluir
  6. Olá lindona,
    Gostei da sua opinião sobre como a história é narrada. Mas, eu não leria. Não acho justo dar "ibope" a uma pessoa que fez o que fez e depois talvez tenha se arrependido por encontrar Deus.
    Quem gosta ok.
    Mas, essa é uma dica que eu passo.
    beijos.

    ResponderExcluir
  7. Oiii Mary
    Realmente eu não conhecia esse autor e nem o livro em si, mas achei a obra bem diferente do que costumo ler e sua resenha ficou muito boa querida, quem sabe eu leria por curiosidade.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  8. Olá, ainda não conhecia a escrita de Paula, mas esses personagens que te cativaram, também me deixaram apaixonados. Pois percebemos o quanto eles tem uma carga emocional grande, sua resenha me deixou instigado para conhecer ainda mais sobre este livro.

    ResponderExcluir