Dica de Leitura: Trilogia Filhas de Dana - Simone O. Marquês {Post leitora Fernanda}

10:37


    Não há palavras para falar sobre uma trilogia incrível - A Saga das filhas de Dana.
    É muito complicado quando se trabalha com as raízes da maioria das religiões, não é simples tentar explicar algo que para nós que vivemos em um mundo cheio de estereótipos e conceitos baseados em uma religião que conseguiu dominar e criar uma teia que envolve sentimentos, relações, trava conflitos emocionais além de outras nuances tão entrelaçadas nesta sociedade contemporânea, que fica difícil distinguir o certo do errado.
    A Saga das filhas de Dana é uma trama que trata de relações emocionais que vão além de um documento que oficializa a união de casais. O que mais me deixou extasiada é a forma que traz informações verídicas de uma forma tão suave e verdadeira, que você sofre com a personagem, mas ao mesmo tempo você sabe que a vida é assim, alguns tem que ir para que o círculo continue a girar e que há momentos que a linha tênue da vida é tão curta, que a morte neste momento existe para deixar luz e alento para os que ficam. 
   Duas passagens são apaixonantes nesta trilogia, vou citá-las e dizer que mesmo as religiões modernas se entrelaçam com suas raízes e que são muitas, pois em cada pedaço do mundo do Oriente ou Ocidente, cada povo, com sua particularidade, tecia constantemente as bases religiosas onde seriam construídos conceitos espirituais, nada nasceu do acaso, foi se estipulando o que podia, o que era aceitável e o que moralmente não era bem visto, era descartado e visto como algo destrutivo e que deveria ser podado para não destruir o que estava sendo alicerçado.
"Essas sementes são de árvores que crescem na fazenda, são de carandá-guaçu... meus irmãos a chamam de árvore da vida. Ela cresce devagar... mas fica muito grande [...] se plantá-las, quando elas crescerem darão frutos doces, folhas lindas e irão servir de mensageiras... e tu poderás falar com tua mãe através delas [...] - Beltane pag.75

"Quisera muito acreditar que ajudava a roda a girar, mas foi tudo muito difícil e doloroso" - Samhain pag. 201
    Trabalhar com a verdade e fazer deste um romance não é para qualquer um, a vida se mistura com a ficção, sem perder o encanto e sua essência.
Parabéns á autora Simone, por me propiciar uma das melhores leituras de 2016.
Este post foi enviado pela Leitora Fernanda da Silva Lira /FACEBOOK/.


VOCÊ PODERÁ GOSTAR DE:

0 comentários