Resenha: Nove regras a ignorar antes de se apaixonar - Sarah MacLean / Os números do amor #1

12:35

     Olá leitores, tudo bem?
    Hoje trago a resenha de um romance de época, gênero que quem me conhece sabe que eu adoro. O livro é super leve, divertido e romântico, garanto que vão gostar então leia a resenha até o final que ficará com curiosidade de conhecer essa obra.
    Nove regras a se ignorar antes de se apaixonar é o primeiro livro da série Os números do Amor da autora Sarah MacLean, publicado aqui no Brasil pela Editora Arqueiro no ano passado. É um romances de época ambientado na alta sociedade de Londres do século XIX.
    Nesse livro nós vamos conhecer a Calpúrnia Hartwell uma moça solteirona de 27 anos, de uma moral impecável que sempre agiu conforme as regras rígidas impostas pela sociedade, porém em um determinado momento de sua vida ela percebe que era a única a seguir as regras, pois as outras pessoas sempre faziam coisas escandalosas as escondidas.
    Cansada de ser a certinha e não ser valorizada por isso, de ser vista como a velha solteirona sem atrativos, depois de ouvir as escondidas uma conversa na qual o tema principal era ela e como afastava os homens com sua moral rígida, ela para para refletir e descobre que nunca fez nada que quisesse fazer, nunca fez nada escandaloso. Em um momento de desespero, tristeza e rancor ela elabora uma lista de coisas que queria fazer e jamais tivera coragem.
    A lista possuíam nove regras que ela desejava quebrar:
1º Beijar Alguem... apaixonadamente.2º Fumar charuto e beber Uísque.3º Montar com as pernas abertas.4º Esgrimir.5º Assistir a um duelo.6º Disparar uma pistola.7º Jogar em um clube para cavalheiros.8º Dançar todas as danças de um baile.9º Ser considerada linda. Pelo menos uma vez.
    Em um momento de coragem ela decide cumprir todos os itens de sua lista, para o primeiro deles ela precisava de um homem e o escolhido foi Gabriel o Marques de Ralston, por quem ela secretamente nutria uma paixão desde adolescente e que muito provavelmente nem sabia de sua existência.
    No meio da noite o empregado de Ralston lhe anuncia que ele tem uma visita feminina, para sua total e completa surpresa minutos depois estava na sua frente Lady Calpurnia Hartweel a solução para seus problemas. Porém ela estava diferente da garota contida que vivia nos cantos dos salões prova incontestável disso era o ousado pedido que ela lhe fez.
    Gabriel não era flor que se cheirasse tinha fama de libertino e realmente teve uma vida muito livre, pois jurara jamais se envolver amorosamente além do necessário para satisfazer seus desejos. Não queria acabar tristemente como o pai que se viu abandonado pela esposa com dois filhos gêmeos, Gabriel e Nick, a mãe dos garotos não tinha um pingo de amor materno e os irmãos viram o pai definhar dia após dia por um amor não correspondido.
    Entretanto recentemente a liberdade de Gabriel e Nick ameaçava acabar, pois descobriram que tinha uma irmã, fruto de uma das aventuras da mãe. O fato era que a garota estava na idade de debutar, mas era Italiana e, portanto não sabia ao certo como funcionava as regras de Londres, precisava de alguém com uma certa posição, bom nome e reputação para amadrinha-la e ensinar tudo que precisava saber sobre etiqueta. 
   Ninguém melhor que Lady Calpurnia para tal tarefa e para a sorte de Gabriel ela veio bater em sua porta no momento certo e na hora certa.

 Minha opinião
    Um livro super fofo e com uma temática que eu gosto muito de encontrar nos romances, gosto muito de mocinhas que não se encaixam no padrão da sociedade e a Calpúrnia é uma dessas, tida como solteirona, sem atrativos o típico patinho feio que vira cisne.
    O livro é bem clichê como a maioria desse gênero, mas um clichê bem construído, envolvente e delicioso. Temos aquela típica história de mocinha solteirona e desajeitada que se apaixona pelo mocinho bonitão e rico que acaba enxergando beleza onde ninguém havia visto.
    A imperfeição e a insegurança da personagem são fatos que podem desagradar alguns leitores, mas para mim foi justamente o contrário e me fez apaixonar ainda mais por ela e pelo livro.
     A autora soube introduzir as cenas certas nos momentos certos e por isso não consigo achar defeitos, em suma eu amei o livro.
Nota 9,5 e 5 estrelas no Skoob.
5 motivos para ler Nove Regras:
1- É um romance de época sobre a alta sociedade de Londres, com bailes requintados, vestidos lindíssimos e inúmeras regras sociais para serem quebradas. O tema perfeito para um romance.
2- Os personagens são cheios de defeitos e qualidades o que os tornam mais reais e instigantes. Tanto os protagonistas quanto os secundários.
3- A linguagem que a autora utilizou é muito instigante, o que nos permite ler bem rapidinho.
4- O livro tem algumas passagens super interessantes sobre a antiguidade clássica, livros desse período são mencionados e inclusive o nome da mocinha é inspirado no de uma imperatriz romana.
5-É ideal para ler depois de uma ressaca literária ou de um livro mais denso, pois a história flui rapidamente e nos suga para dentro da trama logo nas primeiras páginas.
    Espero que tenha gostado da resenha e não se esqueça  de nos deixar um comentário e de seguir o blog e as redes sociais para ficar por dentro das novidades.

VOCÊ PODERÁ GOSTAR DE:

12 comentários

  1. Realmente, o livro é clichê, bem característico dos romances de época, inclusive, você pontuou bem me sua resenha. confesso que o livro não me é um atrativo, mas aprecio ler resenhas maduras como sua sua.

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?
    Eu sinceramente não vejo problemas com os clichês. A maioria dos livros são o que realmente nos interessa é se a história é boa e como ela se desenvolve. O que acontece nesse livro. Eu amei essa leitura, me diverti muito e me encantei com o romance. Super indico

    ResponderExcluir
  3. Eu também gosto muito desse tipo de personagem, acho que trás mais veracidade a história e depois da sua resenha - mais o TOP5 -, vou procurar saber mais, porque me interessei bastante.

    ResponderExcluir
  4. Olá, como vai?
    Até hoje essa onda de romances históricos não me pegou (rs)
    Mas quero muito começar, estou louca pra ser fisgada por essas moças fora dos padrões da sociedade e dos mocinhos cafajestes (os livros da Julia Quinn tem sempre uns pelas resenhas que leio) ou perfeitos como é o caso desse livro.
    Adorei sua resenha.
    Beijo
    https://qadulta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Adoroo livros, e romances mesmo os clichês! Sua resenha é maravilhosa, muito bem escrita! parabéns viu!
    Beijooos

    https://aloucadoslivrosoficial.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Praticamente não leio romances de época. Acho que esse tio de livro só funciona se é chichê! Parece que é o que procuro quando leio esse gênero! Lerei quando tiver oportunidade.
    Bjus

    ResponderExcluir
  7. Oiii Mary, tudo bem?
    Querida por mais que eu não seja tão chegada a obras de romances de época, essa é uma indicação maravilhosa que me vejo querendo conhecer, tenho apenas os marcadores e pretendo ler futuramente.
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Sempre quis ler alguma coisa de romance histórico. Já li inúmeros elogios a essa obra e tenho vontade de ler. Quem sabe um dia? A gente quer ler tanta coisa ao mesmo tempo que ficamos até perdida.

    ResponderExcluir
  9. Oi tudo bem!
    Odoro livro assim é minha cara romances, adoro,que resenha maravilhosa,estou te seguindo pra ficar por dentro de tudo ok beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Adoro romance de época!! Calpúrnia Hartwell pelo que pude perceber, sempre andou na linha, uma moça comportada, porém até o momento não casou!! Então pelo jeito, ela quer aproveitar a vida ao máximo ignorando algumas regras!! Mas parece que ela vai ser surpreendida pelo amor!!

    ResponderExcluir
  11. Esse é mais um dos romances de época da Arqueiro que quero muito ler. Estou com os livros de outra série, parecida com essa para ler. É tantos livros que quero ler este ano, que fico sem saber por onde começo.

    ResponderExcluir
  12. Adorei esse livro,Catth é divertida ...e Gabriel nossaaa que libertino rs
    Confesso que já li toda a serie com os 3 irmãos ...Nick e Juliana, e o melhor ao meu ver ainda é esse ...

    ResponderExcluir