Resenha Nacional: Sol e Névoa - Letícia Palmeira

AutorLetícia Palmeira
Páginas: 146
Ano2015
EditoraPenalux
GêneroRomance/Drama
AdicioneSkoob
Onde Comprar:Penalux
Nota: 8,5
**Livro enviado pela editora para ser resenhado
Sinopse
O sentimento estava intacto, suspenso em um tempo em que relógios não destruíam horas. Um relógio que apenas repousava. Era música parada, esperando que a voz lhe afinasse o tom. Era o sol acariciando a névoa sobre a terra forte de onde se erguiam árvores e ecos de um tempo bom.

               
Olá leitores, tudo bem?
A resenha de hoje é nacional, vou conversar um pouquinho com vocês sobre esse livro lindo por dentro e por fora. “Sol e Névoa” é um romance maravilhoso, com um clima nostálgico, mas ao mesmo tempo com uma leveza poética que nos deixa fascinados.


Sol e Névoa, romance da autora Letícia Palmeira, foi publicado pela editora Penalux em 2015. A protagonista dessa história é a Lívia, uma psicóloga que acabou de terminar um relacionamento de anos, e decidiu voltar para a vida antiga que abandonou anos a trás.
Lívia passou a infância e boa parte da adolescência, na fazenda da família em Ribeiro das Caldas, onde viveu uma grande e conturbada história de amor com o primo, Bernardo, sua paixão da adolescência.   Mas o relacionamento entre eles não deu muito certo, por causa das personalidades opostas de ambos, ela sempre muito sonhadora, ele muito realista e sistemático.

"Ele se aproximou. Seus cabelos sem corte, cacheados, castanhos, belos. Os olhos de um negro denso como noites de muitas estrelas vistas. Olhos que brilhavam intrigantes.    A barba fechada no rosto retangular de ângulos fortes. A boca vermelha entreaberta, entre o riso e o espanto. A beleza do passado transformada em múltiplos traços de desejo. Lívia sentia. Ela ardia. E sorria."

Porém, após tantos anos longe de Ribeiro das Caldas Lívia achou que toda a sua história de amor estava superada. Afinal, agora eles eram adultos e não mais os adolescentes inconsequentes que foram no passado. Mas bastou eles se reverem para acordar o sentimento adormecido e para perceberem que a história deles estava muito mal resolvida.
Bernardo mudou e Lívia também, agora já eram adultos, apesar dele não seguir o caminho que sempre quis, permanecer ali na fazenda ocupando o lugar do pai nas responsabilidades rurais, ele ainda continuou por ali perto, lecionando na universidade local e aparecendo de vez em quando na fazenda. Lívia casou, foi morar na cidade grande, cursou a faculdade e depois se divorciou do marido.
"Amor é roupa. Mas não veste todo o tempo."

Mas, apesar de tantos anos longe um do outro, eu percebi que o Bernardo culpa a Lívia por ter abandonado os sonhos que eles tinham em comum, notei também que ele ainda a amava, mas não dava o braço a torcer. No relacionamento deles paira aquele clima de mal entendidos e desconfiança.
Entretanto, nós enquanto leitores, percebemos que eles são perfeitos um para o outro, que merecem se entender e ficar juntos, ficamos torcendo para que isso aconteça, que eles superem os acontecimentos do passado e possam ser felizes novamente.

"Na primeira manhã que te perdi.
Acordei mais cansado que sozinho..."      

Eu me encantei com esse romance, vocês sabem que eu amo esses livros que se passam nesse climinha rural de fazendas e cidades pequenas, na maioria das vezes são livros muito emocionantes e me despertam uma sensação de nostalgia maravilhosa. Com “Sol e névoa” não foi diferente, me vi tão presa que eu devorei essa história, que por sinal é bem rapidinha de ler .    
Contudo, gostaria que a autora tivesse feito uma história mais longa, que explorasse bem mais essa relação de amor e ódio ente o Bernardo e a Lívia. Fiquei tão apaixonada por essa história que não queria que ela acabasse assim tão rapidamente.
Recomendo demais a leitura, estou apaixonada por esse casal e também por essa capa maravilhosa.
Avaliação: Nota 8,5 e 5 estrelinhas no skoob.
Espero que tenham gostado dessa resenha e ficado interessados em fazer a leitura desse livro, caso ainda não tenham feito. Não se esqueça de me deixar um comentário me contando o que achou do post.

Pin It
1

Um comentário:

  1. Olá, Mary!

    Sou eu, a autora. Me encantou sua resenha de Sol e Névoa. Tenho muito carinho por esse romance. Foi o primeiro que escrevi e, quando se escreve, a gente vive a história também. Amigos que leram também fizeram a observação que você fez sobre alongar a narrativa. Quem sabe eu não escreva uma continuidade? Seria interessante para reviver os personagens.

    Beijos.
    E muito obrigada.
    Bela resenha.

    ResponderExcluir