Resenha: Hoje e sempre - Nora Roberts

AutoraNora Roberts
Páginas188
Ano2018
EditoraHarlequin
GêneroRomance de época/ Romance Contemporâneo
CompreAmazon
Nota4/5
*Cortesia da editora
Sinopse 

Daniel MacGregor sempre soube que construiria um império. Por isso, aos 30 anos e trabalhando para conquistar seu segundo milhão, ele decide que é a hora certa de encontrar a mulher perfeita para casar e começar uma família. As melhores candidatas são aquelas de linhagem forte, silenciosas, bonitas e que queiram ficar em casa cuidando dos futuros filhos. Anna Whitfield não se encaixa nesse perfil. Ela é a única mulher da turma de medicina e aspira ser uma ótima cirurgiã. A última coisa que Anna deseja é se casar e ter filhos, pois isso iria interferir na sua dedicação à carreira médica. Mas Daniel não vai deixá-la fugir da atração que sentem, mesmo que para isso tenha que ignorar seus instintos que imploram por um casamento e aceitar a proposta de Anna de apenas morarem juntos. Essa situação será um escândalo que apenas o amor poderá superar! Finalizando o arco da família MacGregor, Hoje e sempre vai emocionar as leitoras com uma história controversa e repleta de amor!

 Em Hoje e Sempre, Nora Roberts traz o início do clã MacGregor. Como tudo começou neste conturbado relacionamento entre Daniel MacGregor e Anna Whitfield. 
 Após um passado sofrido na Escócia, onde perdeu todos os seus parentes, Daniel foi para os Estados Unidos, decidido a prosperar financeiramente e formar uma família para perpetuar os MacGregor.  A vida financeira estava maravilhosa, agora só faltava encontrar a esposa perfeita para ele.
 Quando estava em um baile, se encantou por Anna Whitfield, uma jovem que estava à frente de seu tempo. Ela buscava uma carreira e independência, algo anormal para as mulheres da época. Era a única mulher na faculdade de medicina em Connecticut e estava passando as férias na casa de seus pais em Boston. Buscando se tornar uma cirurgiã, Anna passava longe de ser o padrão de esposa e mãe que o jovem buscava, mas mesmo assim, ele se apaixonou por ela e ela se apaixonou por ele
‘’Quem cuidaria da casa? Perguntou-se, passando os dedos pelo cabelo. Quem cuidaria das crianças? Era melhor que Daniel a esquecesse agora é encontrasse uma esposa que ficaria contente em fazer essas coisas e nada mais. Seria melhor aceitar o conselho de Anna e escolher uma mulher com a qual cada decisão não fosse uma batalha. ‘’
 Durante o desenrolar da história, dá para perceber o medo que Anna sente de se envolver, pois acredita que Daniel não leva a sério seu amor pela medicina. Ela quer seus dois amores (Daniel e a medicina), mas não sabe se irá conseguir. Teimosa e de personalidade forte, recusou por várias vezes o pedido de casamento, preferindo apenas morar com ele. Daniel, que também era teimoso, não conseguia compreender o jeito de pensar dela, mas respeitava essa personalidade.
 Para mim, este é um daqueles livros que dão uma bela aquecida no coração. É o quinto livro da série e traz a história dos patriarcas da família: Daniel MacGregor e Anna Whitfield. 
 Dos últimos livros que falam sobre relacionamento entre homem e mulher, esse foi o meu preferido, pois com certeza, Anna se tornou uma das minhas personagens favoritas da vida. Que mulher incrível! 
 É claro que por ser tratar de uma história ocorrida no século XX, é bastante presente o machismo de Daniel, mas Anna consegue impor-se brilhantemente perante o pensamento arcaico da época. 
 Algo muito interessante em minha opinião, é que não é preciso ler os livros anteriores para entender esse. Para mim foi bom, principalmente por ser meu primeiro contato com romances de época. 
 Sobre a estética do livro, a capa é uma das mais lindas que já vi, foi amor à primeira vista. A diagramação é boa, não é minha preferida, mas é boa. A leitura flui bem e rapidamente, apesar de achar os capítulos longos. 



Pin It
0

Nenhum comentário:

Postar um comentário